domingo, 15 de fevereiro de 2015

Sal iodado, uma escolha sensata e uma massa bem rápida

O iodo é um micronutriente que precisamos para o bom funcionamento do nosso organismo. A tiroide, que é uma glândula que se situa na zona do pescoço, necessita deste composto para produzir hormonas muito importantes para regular todo o metabolismo do nosso corpo. Não é necessário em quantidades muito elevadas, bastam 0,00015 g por dia para um adulto, um pouco menos para as crianças e um pouco mais para as grávidas e aleitantes. Quantidades demasiado baixas comprometem a formação das hormonas e podem levar a problemas de bócio, hipotiroidismo e nas grávidas as consequências manifestam-se na formação do feto.

Onde vamos buscar o iodo? O nosso organismo não o consegue produzir portanto terá de ser fornecido pelos alimentos. Os alimentos mais ricos em iodo são os peixes e crustáceos. Os vegetais, a carne, o leite e derivados também o contêm em quantidades que dependem da quantidade de iodo que existe nos solos e na água utilizada na produção dos hortícolas e da alimentação dos animais. 

Os últimos estudos em Portugal mostram alguma preocupação pois as populações estudadas revelaram níveis de iodo abaixo nos valores recomendados. Como podemos contrariar esta situação? Muito fácil e pouco dispendioso. Em vez de utilizar sal "normal" optar por sal iodado. É um pouco mais caro mas nada de extrardinário: 1Kg de sal marinho iodado, de marca branca, custa menos de 1€. Cá em casa já há muito tempo que só uso deste sal para temperar. É tão simples e é quanto basta para garantirmos a dose diária de iodo de que precisamos.

E aqui fica uma receitinha bem rápida mas não menos saborosa:

  
Massa com alho françês, cogumelos e bacon à carbonara:

1 alho francês
250 g cogumelos frescos Pleurotos ou outra espécie
3 colh. sopa de azeite
150 g bacon
400 g de massa (espirais, penne ou outra)
3 ovos
100 g queijo mozarella
sal iodado q.b.

Cozer a massa em água abundante temperada com sal.
Num tacho grande colocar os cogumelos partidos em bocados o alho françês em rodelas (só a parte branca) e o azeite. Deixar cozinhar durante cerca de 10 minutos. Adicionar o bacon cortado às tirinhas e deixar mais 5 minutos. Acrescentar a massa escorrida.
Bater os ovos com 1/2 chávena de água de cozer a massa e o queijo.
Na altura de servir, aquecer bem o estufado com a massa mexendo bem para aquecer de forma uniforme. Desligar o lume, adicionar os ovos e mexer bem. Servir de imediato.


4 comentários:

  1. Bom dia! Desconhecia a existência de sal iodado. Mas tenho uma questão: encontra-se em qualquer supermercado? Eu andei à procura no Jumbo e não encontrei...
    Obrigada e cumprimentos,
    Sweet Pi
    (http://thesweetestpiblog.blogspot.pt/)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filipa
      Eu costumo comprar marca branca Continente, não tenho Jumbo aqui nas redondezas por isso não sei se também têm. Está identificado Sal marinho iodado e custa 0,84€ por Kg. Vou espreitar o seu blogue. Bjinhos
      Olga Amaral

      Eliminar
  2. Olá Olga

    Tudo bem? Fico contente que o workshop tenha corrido bem realmente tricotar com 5 agulhas é excelente e uma boa técnica para se aprender (dá para fazer blusas sem costuras!)

    Para fazer estas meias utilizei a lã manta daqui:

    http://www.shop.saberfazer.org/product/manta-yarn

    é das minhas lãs favoritas, 100% lã, da Serra da Estrela, muito fácil de trabalhar e é daquelas que nem é muito grossa nem muito fina (dá para agulhas 3.5 – 5, eu normalmente trabalho-a com 3.5 e 4). Quanto à lã que disseram devem ser as merino… são as mais suaves e por isso mais confortáveis… ou será pela grossura do fio?

    Regra geral devem-se usar fios finos para que as meias sejam mais confortáveis de usar com sapatos (: será isto? Espero ter ajudado(:

    Beijinho fico à espera de ver as meias (:

    ResponderEliminar
  3. Estou alegre por encontrar blogs como o seu, ao ler algumas coisas,
    reparei que tem aqui um bom blog, feito com carinho.Posso dizer que gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, decerto que virei aqui mais vezes.
    Sou António Batalha.
    Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
    PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se o desejar siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Deixe o seu comentário